Frases & Flores do Bush Australiano

Gymea Lily – ABFE

“Nunca tenha medo de trilhar sozinho o caminho. Saiba qual é o seu caminho e siga-o, para onde quer que ele o leve; não sinta obrigação de seguir os passos de outras pessoas.” – Eileen Caddy em Footprints on the Path (Pegadas no Caminho)

A imagem pode conter: planta, flor, árvore, atividades ao ar livre e natureza publicado no Facebook em 23/10


Rough Bluebell -ABFE

“Aquele que se concentra somente em suas próprias necessidades geralmente não termina com muita coisa”. Anônimo

A imagem pode conter: planta, flor e natureza publicado no Facebook em 22/10


Grey Spider Flower – ABFE

“Avancem até a borda, disse ele.
Eles disseram: nós estamos com medo.
Avancem até a borda, disse ele.
Eles vieram.
Ele os empurrou…e eles voaram”
Guillaume Apollinaire

A imagem pode conter: flor, planta, atividades ao ar livre e natureza publicado no Facebook em 22/10

Ressonância e Florais

Após ver o vídeo acima, tentei fazer um paralelo sobre a atuação dos Florais. Percebemos que quando um diapasão vibra em determinada frequência, outro que esteja em ressonância começa a vibrar na mesma frequência. A forma do objeto e o material que é construído é que é responsável por esse fenômeno. Quando se varia a massa de um dos diapasões, ocorre um fenômeno chamado batimento, que é uma espécie de interferência nas frequências sonoras. Para que novamente entre em ressonância é necessário igualar as massas dos diapasões. Até aí tudo certo?

Cada um de nós também possui uma frequência própria, uma vibração própria. Quando nos afastamos dessa frequência ideal, harmônica, ocorre o tal batimento, ou desajuste entre a frequência ideal e a do momento. É aí que entra o Floral, “alterando a massa consciencial”, e nos colocando novamente em ressonância.