Radiestesia, do que se trata?

Excelente explicação do Professor Sérgio Areias, ex-presidente da Associação Brasileira de Radiestesia. O que move o pêndulo radiestésico? Por definição: “Radiestesia é a ação neuromotora liberada pelo inconsciente para o consciente”. É o radiestesista que faz o pêndulo se mover.

O processo do Perdão

Ian White em Essências Florais Australianas, 2ªedição – 1994 – páginas 77 e 78

IanWhitePara fazer este exercício, o ideal é você encontrar um lugar quieto e privado onde possa falar em voz alta sem receio de ser ouvido ou perturbado por alguém. O exercício pode ser feito em várias vezes ou de uma só vez, porém, se escolheu a última opção, previna-se, pois, o exercício pode demorar algumas horas.
Após deitar-se ou sentar-se confortavelmente, respire profundamente e feche os
olhos. Permita-se entrar num estado de reflexão e relaxamento. Então peça para ser apresentada numa forma visual às pessoas das quais você guarda ressentimentos. Somente uma pessoa aparecerá de cada vez e em primeiro lugar aquela com quem você tem um maior número de assuntos a resolver – quase invariavelmente aparecerá primeiro um dos pais, em seguida, o outro.
Quando vir uma determinada pessoa ou pressentir quem seja, ela ou ele, visualize um cordão saindo do umbigo da pessoa e ao mesmo tempo um cordão saindo do seu próprio umbigo. Dê um laço unindo as duas pontas de cada cordão. Então, falando em voz alta, pronuncie o nome da pessoa e em seguida: “O ressentimento que guardo contra você por … e mencione tudo aquilo que faz sentir-se ressentido ou amargurado com aquela pessoa”.
Após ter falado tudo, diga o nome da pessoa e: “O ressentimento que guardo contra você eu agora libero. Eu o amo e o perdoo”. Enquanto você fala “Eu o perdoo, visualize uma tesoura em sua mão e corte o cordão imaginário que está unindo você à pessoa. Repita todo o exercício por duas vezes e tente mencionar ressentimentos que talvez tenha esquecido nas primeiras vezes, repetindo novamente aqueles já mencionados anteriormente.
Após ter completado os dois exercícios adicionais você então muda o processo. Isto é feito da seguinte maneira: Amarre os dois cordões, o seu ao da outra pessoa e desta vez ao pronunciar o nome da pessoa diga: “O ressentimento que VOCÊ tem contra MIM por….”
Aí cite os fatos pelos quais você imagina que a pessoa possa ter algum ressentimento contra você. Para completar, diga novamente o nome da pessoa e: “Por todas essas coisas pelas quais VOCÊ guarda ressentimento contra MIM, eu agora o perdoo. Eu o amo e o liberto”, e corte o cordão imaginário. Como antes, repita o exercício duas vezes.
Agora você está apto a empenhar-se na resolução de assuntos com a próxima pessoa, portanto peça nesse momento para vir à mente a visualização de outra pessoa contra a qual guarda ressentimentos.

 

Carta de Edward Bach aos colegas de profissão

Dr.BachMount Vernon,
Sotwell, Wallingford, Berks,
26 de Outubro de 1936
Caros Colegas
Seria maravilhoso formar uma pequena Fraternidade sem hierarquia ou
escritório, ninguém maior ou menor do que o outro, que se devotasse aos seguintes
princípios:
I. – Que nos foi revelado um Sistema de Cura que a memória dos homens desconhecia
e, através da simplicidade dos Remédios à base de Flores podemos anunciar com
CERTEZA, absoluta CERTEZA, o seu poder de vencer a doença.
II. – Que nunca criticaremos nem condenaremos os pensamentos, as opiniões e as
idéias dos outros, sempre lembrando que todos são filhos de Deus, cada um
empenhando-se, à sua maneira, para encontrar a Glória de seu Pai.
III. – Que nos levantaremos, como cavaleiros antigos, para destruir o dragão do medo,
sabendo que nunca poderemos dizer uma palavra de desencorajamento, mas que
podemos trazer ESPERANÇA sim, e principalmente CERTEZA aos que
sofrem.
IV. – Que nunca seremos arrebatados pelo aplauso ou pelo sucesso que encontraremos
em nossa Missão, pois sabemos que somos apenas os mensageiros do Poder Maior.
V. – Que conforme as pessoas se recuperarem, anunciaremos que as Flores do campo,
que as estão curando, são a Dádiva da Natureza, que é a Dádiva de Deus. Assim
as traremos de volta à crença no AMOR, na MISERICÓRDIA, na terna
COMPAIXÃO e no PODER do SUPREMO SENHOR.

Edward Bach.