O processo do Perdão

Ian White em Essências Florais Australianas, 2ªedição – 1994 – páginas 77 e 78

IanWhitePara fazer este exercício, o ideal é você encontrar um lugar quieto e privado onde possa falar em voz alta sem receio de ser ouvido ou perturbado por alguém. O exercício pode ser feito em várias vezes ou de uma só vez, porém, se escolheu a última opção, previna-se, pois, o exercício pode demorar algumas horas.
Após deitar-se ou sentar-se confortavelmente, respire profundamente e feche os
olhos. Permita-se entrar num estado de reflexão e relaxamento. Então peça para ser apresentada numa forma visual às pessoas das quais você guarda ressentimentos. Somente uma pessoa aparecerá de cada vez e em primeiro lugar aquela com quem você tem um maior número de assuntos a resolver – quase invariavelmente aparecerá primeiro um dos pais, em seguida, o outro.
Quando vir uma determinada pessoa ou pressentir quem seja, ela ou ele, visualize um cordão saindo do umbigo da pessoa e ao mesmo tempo um cordão saindo do seu próprio umbigo. Dê um laço unindo as duas pontas de cada cordão. Então, falando em voz alta, pronuncie o nome da pessoa e em seguida: “O ressentimento que guardo contra você por … e mencione tudo aquilo que faz sentir-se ressentido ou amargurado com aquela pessoa”.
Após ter falado tudo, diga o nome da pessoa e: “O ressentimento que guardo contra você eu agora libero. Eu o amo e o perdoo”. Enquanto você fala “Eu o perdoo, visualize uma tesoura em sua mão e corte o cordão imaginário que está unindo você à pessoa. Repita todo o exercício por duas vezes e tente mencionar ressentimentos que talvez tenha esquecido nas primeiras vezes, repetindo novamente aqueles já mencionados anteriormente.
Após ter completado os dois exercícios adicionais você então muda o processo. Isto é feito da seguinte maneira: Amarre os dois cordões, o seu ao da outra pessoa e desta vez ao pronunciar o nome da pessoa diga: “O ressentimento que VOCÊ tem contra MIM por….”
Aí cite os fatos pelos quais você imagina que a pessoa possa ter algum ressentimento contra você. Para completar, diga novamente o nome da pessoa e: “Por todas essas coisas pelas quais VOCÊ guarda ressentimento contra MIM, eu agora o perdoo. Eu o amo e o liberto”, e corte o cordão imaginário. Como antes, repita o exercício duas vezes.
Agora você está apto a empenhar-se na resolução de assuntos com a próxima pessoa, portanto peça nesse momento para vir à mente a visualização de outra pessoa contra a qual guarda ressentimentos.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s